Como utilizar o Bokashi

Independente se você mesmo preparou ou se já comprou o bokashi pronto, as formas de utilização são as mesmas, e seus efeitos no solo são igualmente muito bons. Portanto, não deixe de utilizá-lo se não teve como fazê-lo, por falta de algum ingrediente, ou por uma necessidade muito pequena por exemplo. Compre o bokashi pronto, que é vendido em saquinhos geralmente, e vamos aproveitá-lo em nossos jardins, pomares, hortas, vasos, etc.

Utilização

No preparo do solo, durante a implantação de um jardim, horta ou pomar  principalmente em áreas como solos pobres ou degradados, utilize cerca de 400 gramas de bokashi por metro quadrado, incorporando bem na primeira camada do solo (primeiros 10 centímetros). Para que o bokashi tenha o efeito esperado é importando adicioná-lo em conjunto com alguma matéria orgânica, como folhas secas, aparas de grama, ou composto orgânico por exemplo. Aguarde pelo menos 10 dias antes de iniciar o plantio na área, para que a fermentação possa ocorrer sem prejuízo às novas mudas que ocuparão o local.

Se você já tem um jardim implantado e verdejante, a recomendação é de 150g/m², que pode ser utilizando incorporando ao solo, como na preparação de canteiros de flores, ou em cobertura, para adubação de gramados por exemplo. Dessa forma, o bokashi pode ser utilizado mensalmente, para um jardim bem vistoso e resistente a pragas e doenças.

Ao utilizar o bokashi em canteiros de hortaliças, flores e outras plantas tenras e delicadas, tenha o cuidado de não aplicar diretamente no colo das plantas. O ideal neste caso é aplicar nas entrelinhas do plantio. Neste caso, a medida é de 150g/m2 também.

Em árvores e arbustos, o ideal é que se faça uma demarcação da área de projeção da copa e se incorpore o bokashi na primeira camada de solo. Também pode ser utilizado em cobertura, desde que seja coberto com alguma forração, como casca de pinus, ou palha. A frequência de utilização neste caso, deve corresponder aos períodos de maior necessidade das plantas, como durante o período que precede a floração e frutificação, ou durante a primavera e verão, épocas com maior crescimento vegetativo. A quantia de bokashi pode variar de 300 a 600 gramas por planta e por aplicação, de acordo com o porte e a produtividade.

Em vasos, o bokashi pode ser utilizado durante o preparo, sendo incorporado ao substrato, ou em pequenas doses, aplicado longe do colo das plantas, na borda do vaso. Em aplicações mensais, pode-se utilizar cerca de uma colher de café por vaso de tamanho médio. Não utilize o bokashi durante a floração.

Na compostagem

Podemos acelerar e melhorar os resultados da compostagem, ao utilizar o bokashi na composição da pilha ou

minhocário. Mesmo em pequena proporção, o efeito será muito bom. A dosagem pode variar de acordo com a matéria a ser decomposta, mas principalmente com o volume da pilha. Em minhocários, utilize pequenas dose, evitando o desequilíbrio e aquecimento do material que pode ser prejudicial às minhocas.

 

Biofertilizante

Podemos ainda produzir um poderoso biofertilizante líquido a partir do bokashi, para uso com pulverizador, sobre as plantas em geral. Para isso, faça um sachê com 100 gramas de bokashi, em um pedaço de pano de algodão e deixe de molho em um balde com 10 litros de água, por 12 horas. Depois esprema bem o saquinho, e coloque o líquido no pulverizador. Aplique imediatamente e utilize o resíduo do saquinho nos canteiros. Aplique no máximo duas vezes por mês.

Recomendações gerais:

  • – Jamais utilize o bokashi em excesso, assim como outros fertilizantes, o uso em excesso provocará desequilíbrios químicos e biológicos prejudiciais às plantas.
  • – O uso em cobertura, principalmente em solos pobres e sem matéria orgânica, pode ser prejudicial, causando o endurecimento da camada superior do solo.
  • – Não aplique o bokashi junto ao colo das plantas, pois a fermentação pode provocar queimaduras, principalmente em plantas tenras

Fonte: https://www.jardineiro.net/